O vidro ideal: saiba qual é o material perfeito para cada tipo de projeto

Na hora de escolher o vidro da sua obra, existem inúmeros critérios a serem considerados.

 

vidro-de-seguranca

Além da estética, é preciso avaliar a resistência, durabilidade, isolamento acústico, conforto térmico, grau de transparência, entre muitos outros. Para facilitar a escolha e garantir que o material ideal seja utilizado, uma boa ideia é consultar a norma NBR 7199, que regulamenta a aplicação dos vidros. Confira o que ela diz:

1) Coberturas, marquises, claraboias e fachadas inclinadas (vidros não verticais)

– Laminado

– Aramado

– Insulado (em sua composição, a peça interior deve ser laminada ou aramada).

2) Portas, vitrines e divisórias (para essas aplicações, todos os vidros instalados abaixo de 1,1m em relação ao piso devem ser de segurança)

– Temperado

– Laminado

– Aramado

– Insulado (composto com os vidros acima).

Acima de 1,1m em relação ao piso, além de vidro de segurança, o material também pode ser float ou impresso, desde que encaixilhado ou colado em todo o perímetro.

3) Envidraçamentos projetantes móveis

Instalações com caixilhos móveis que se projetam para o exterior:

– Laminado

– Aramado

– Insulado (em sua composição, a peça interior deve ser laminada ou aramada)

– Temperado (no térreo e 1º pavimento, pode ser autoportante ou totalmente encaixilhado;  acima disso, deve ser totalmente encaixilhado e com projeção máxima limitada a 250 mm da face da fachada ou da aba de proteção)

– Float ou Impresso (no térreo e 1º pavimento, deve ser encaixilhado ou colado em todo o perímetro; acima disso, deve ser encaixilhado ou colado em todo o perímetro e com projeção máxima limitada a 250 mm da face da fachada ou da aba de proteção; em todos os casos, a área do vidro não pode exceder 0,64 m²).

4) Fachadas (vidros verticais)

Abaixo de 1,1 m em relação ao piso

A partir do primeiro pavimento (inclusive), e no pavimento térreo dividindo ambientes com desnível superior a 1,5 m:

– Laminado

– Aramado

– Insulado (composto com os vidros acima).

No pavimento térreo:

– Temperado

– Laminado

– Aramado

– Insulado (composto com os vidros acima)

Acima de 1,1 m em relação ao piso:

– Temperado

– Laminado

– Aramado

– Float ou impresso (encaixilhado ou colado em todo o perímetro)

– Insulado (composto com os vidros acima)

5) Instalações especiais – são consideradas instalações especiais pisos, degraus, visores de piscinas e aquários, além de estruturas de vidro.

Nestes casos, o vidro exigido é:

– Laminado

Em pisos, quando a estrutura não estiver com a superfície totalmente apoiada, pode-se utilizar também laminado temperado. Além disso, os apoios das bordas devem ter uma vez e meia a espessura total do piso.

Esses são os vidros ideais para algumas das principais aplicações em projetos. Agora que você já conhece o material que melhor se encaixa na sua obra, confira os inúmeros modelos e formatos que a Divinal oferece clique aqui.

Compartilhe:

Comentários