Dicas de manutenção e limpeza para sistemas de envidraçamento

Fachadas, sacadas, boxes de vidro…cada solução requer procedimentos específicos que ajudam a prolongar sua vida útil e dão mais segurança ao usuário. Saiba quais são

 

01blog-dica-manutencao

Muitos especificam o vidro por se tratar de um item que garante visual moderno, performance termoacústica, proteção contra a entrada de raios ultravioleta (UV), integração entre os espaços e outras vantagens. Poucos, no entanto, sabem que o material e seus componentes exigem cuidados especiais.

Negligenciar a limpeza e a manutenção do sistema de envidraçamento – seja em fachadas, sacadas ou boxes de banheiro – pode comprometer o desempenho do produto e, até mesmo, colocar em risco a segurança dos usuários.

A seguir, confira as principais recomendações para prolongar a vida útil da solução utilizada em seu projeto.

Fachadas de vidro: limpeza profissional

vidros-no-prédio-cinza
Fachada e vidro

Poeira, fuligem, chuva…sim, é trabalhoso manter a fachada de vidro de um edifício limpa o tempo todo. Mas é uma tarefa necessária, afinal o elemento é o “cartão de visita”, o responsável pela identidade arquitetônica do prédio. Mais do que isso, ele exerce um papel importante para o funcionamento da edificação no que diz respeito à iluminação e à proteção contra ruídos e raios solares – como já citado.

O processo de limpeza deve ser realizado por mão de obra profissional. Cabe à administração do condomínio contratar uma equipe especializada nesse tipo de trabalho.

Em casos de construções de pouca altura, o serviço geralmente é feito do chão com escovas e rodos de longo alcance. Já em grandes alturas, a empresa precisa seguir as recomendações de segurança da NR 35 (que abrange atividades acima de 2 metros do nível inferior), com EPIs adequados e acesso por balancim ou corda.

banner

Utiliza-se sabão neutro, água (sem jatos fortes, pois podem comprometer a estanqueidade do vidro), esponja, pano e outros produtos mais específicos que ajudam na tarefa. É estritamente proibido o uso de soluções abrasivas, já que podem riscar ou causar corrosão à superfície envidraçada.

A limpeza deve ser feita, pelo menos, duas vezes ao ano. Porém, a periodicidade pode variar de acordo com a localização do edifício – em situações com exposição intensa à poluição, à maresia ou à chuva, o cuidado deve ser maior.

Sacadas pedem vistoria anual

sacada-de-vidro-com-telescópio
Sacada de vidro

Quem não gosta de contemplar a paisagem através de uma agradável sacada? Para assegurar que o sistema de envidraçamento desse ambiente esteja sempre em bom estado de funcionamento, a atenção começa logo na montagem. É isso mesmo: é fundamental que a empresa contratada saiba instalar o produto de forma correta, cumpra o prazo de garantia estabelecido pelo mercado (pelo menos cinco anos) e oriente quanto às condutas de limpeza e conservação.

O usuário pode solicitar à vidraçaria uma vistoria anual, assim é possível testar se todos os componentes do sistema estão funcionando corretamente, se há descolamentos ou ressecamentos das peças e se há riscos de quebra ou queda do painel de vidro. Nessa checagem, também são considerados acessórios como roldanas, pivôs, trilhos e escovinhas.

Manutenção preventiva de boxes

Engana-se quem pensa que  boxes de banheiro não demandam manutenção preventiva. A prática é tão recomendada que a Blindex® – referência na fabricação de sistemas com vidro temperado – lançou uma campanha de segurança para os usuários.

boxe-de-vidro-no-banheiro
Boxe de vidro

De acordo com a ABNT NBR 14207/2009, a revisão dos boxes deve ser feita a cada ano. Isso inclui o vidro, a trava de segurança, os aparadores, a guia, o suporte de parede, a trava de suporte, o puxador e a dobradiça. Nessa tarefa, o técnico também irá verificar se todos os sistemas de fixação estão corretos, o estado de conservação das peças, entre outras medidas. Em caso de necessidade, os componentes devem ser trocados imediatamente junto ao fabricante.

Para prolongar a vida útil do produto, deve-se evitar impactos na hora da abertura ou fechamento das portas, esforços mecânicos excessivos e o contato com materiais mais rígidos. Outra dica é mantê-lo sempre limpo e seco após o banho.

E para limpar corretamente, basta água, sabão e detergente neutro – ou outros produtos específicos para limpeza do vidro. O usuário deve evitar substâncias abrasivas ou ácidas, bem como objetos pontiagudos.

Acesse o “Manual de utilização, limpeza e manutenção dos boxes de banheiro e garanta mais segurança para sua família!

Compartilhe:

8 Comentários - Escreva um comentário

  1. Ótima matéria, me ajudou muito e agora sei como posso fazer manutenção em minha sacada!

    Responder
    1. Ficamos Felizes em poder ter ajudado.

      Estamos a sua disposição
      Equipe Divinal Vidros

      Responder
  2. Bom dia
    Posso postar essa matéria em meu Instagram?
    Tenho uma vidraçaria e gostaria de compartilhar com eles essa matéria

    Responder
    1. Boa tarde
      Pode sim, só não esquece de marcar a gente 🙂

      Equipe Divinal Vidros

      Responder
    1. Obrigado pelos comentários e ficamos felizes por poder ajudar.

      A Divinal Vidros agradece!

      Responder
  3. Muito bacana esta matéria, mas gostaria de evoluir mais no assunto de limpeza de vidro. Que outros produtos teriam maior eficácia do que sabão e detergente neutro?

    Responder
    1. Sabão neutro, água, esponja, pano e outros produtos mais específicos que ajudam na tarefa. São soluções infaliveis!

      Obrigado pelos comentários.

      A Divinal Vidros agradece!

      Responder

Comentários