Vidro temperado: características, aplicações e como usar no projeto

Vidro-temperado-divinal

Por muito tempo, vidros foram sinal de fragilidade. O vidro temperado veio para mudar esse conceito, sendo até cinco vezes mais resistente que o vidro comum, e trazer novas possibilidades visando maior segurança das pessoas.

Hoje em dia já é impossível pensar em resistência sem lembrar do vidro temperado.

A maior resistência a impactos e alterações de temperatura fazem deste tipo de vidro a opção mais buscada por vidraceiros, arquitetos e engenheiros em todo o mundo.

Você provavelmente já o utilizou em algum projeto. Aplicações que necessitam um vidro de segurança, como janelas e portas são as utilizações mais comuns, assim como os Box de vidro, contam com peças de vidro temperado.

Mas você sabe, efetivamente, o que é e quais os benefícios deste vidro?

Assim como todos os outros tipos, é uma variação do vidro comum. Para se tornar mais resistente e adquirir outras características – explicaremos cada uma delas ao longo deste texto – ele passa por um processo de têmpera. É por conta desse método, também, que ele ganha o nome de vidro temperado.

A produção se inicia pelo método de fabricação do vidro comum, onde a mistura é feita e despejada no banho float, que garante a peça completamente plana.

Após essa etapa, o vidro é enviado para um forno de têmpera horizontal totalmente automatizado para garantir máxima qualidade. Lá, é aquecido de forma gradual até que atinja 700º C, temperatura ideal para moldagem.

Em seguida, a peça é resfriada de forma brusca. Essa variação de temperatura faz com que as faces externas se comprimam e a interna expanda. Isso é o que garante até cinco vezes mais resistência mecânica e térmica ao vidro.

Depois desse processo, ele está pronto para ser utilizado em seu projeto.

A seguir, vamos explicar quais são as principais características e porque você deve escolher o temperado para cada tipo de necessidade.

Quais são os benefícios do vidro temperado?

O vidro temperado conta com diversas qualidades que vão muito além da estética. Suas propriedades ajudam muito a tornar o conjunto mais seguro para os usuários.

Confira abaixo as principais vantagens que você adquire ao optar pelo vidro temperado em um projeto.

Maior resistência mecânica

O vidro temperado aguenta até cinco vezes mais impactos do que um vidro comum. Isso significa que ele previne muito mais acidentes, fato que o torna ainda mais importante em ambientes onde há circulação frequente de pessoas.

Resistência térmica

O temperado aguenta uma variação de temperatura de até 200ºC. Por isso, se você vai aplicar vidros em ambientes como cozinhas e indústrias, essa é a melhor escolha para reduzir a possibilidade de acidentes. Mesmo que aconteçam, as propriedades do vidro temperado diminuem as chances de problemas mais graves.

Quebra com mais segurança

Enquanto o vidro comum se parte em cacos grandes e pontiagudos, o vidro temperado proporciona muito mais segurança mesmo em casos de quebra.

Ao se quebrar, o temperado se divide em pedaços muito menores e com formato arredondado. Assim, as chances de cortes mais profundos no usuário são quase zero.

Desempenho energético

Um vidro temperado também pode contar com propriedades de vidro com proteção solar da linha Habitat. Quando especificados de forma correta utilizados em janelas, portas e fachadas, por exemplo, ajudam a reduzir o custo energético e auxiliam no controle de temperatura.

Ou seja, menos gastos com iluminação artificial e até mesmo com sistemas de ar-condicionado e aquecedores.

Por que o vidro temperado é um vidro de segurança?

Antes de respondermos essa pergunta é necessário entender o que é um vidro de segurança: eles são todos os tipos de vidro que, em caso de acidentes, sejam mais resistentes e protejam mais as pessoas.

A escolha de um vidro de segurança é condicionada pelo tipo de risco que a aplicação pode oferecer.

Por isso é necessário estar sempre antenado e seguindo as orientações da Norma ABNT NBR 7199. Essa norma é responsável por estabelecer todas as especificações para que o projeto seja feito da maneira mais segura.

O vidro temperado, por exemplo, é escolhido em casos em que é necessário um conjunto mais resistente a impactos. Ou seja, em caso de choques ele não quebra com facilidade.

Outra aplicação amplamente utilizada é em ambientes quentes que precisam suportar até 200ºC.

No caso de um vidro comum, ele se quebraria apenas com essa variação de temperatura. Em um forno, por exemplo, é necessária a aplicação de um vidro temperado para garantir que não haja essa quebra.

Aplicações do vidro temperado

Os boxes de banheiro e as janelas são os exemplos mais comuns de vidro temperado pelos projetos no Brasil. Mas não são apenas essas as aplicações possíveis.

Confira abaixo algumas dicas de aplicações onde o vidro temperado pode ser utilizado com maestria.

fachada-vidro-temperado

Fachadas, portas e janelas

Por conta de sua resistência, o vidro temperado é aplicado com frequência em portas e janelas. Esse tipo de aplicação conta com utilização frequente, podem sofrer impactos mais fortes e precisam garantir mais segurança aos usuários.

Aqui, a indicação é sugerir esquadrias nas pontas do vidro, o que reduz as chances de impacto nas bordas, parte mais frágil do vidro temperado.

vidro-tampo-mesa-1

Tampos de mesa e outros móveis

O vidro temperado também é uma ótima alternativa para utilização em móveis. Mesas e prateleiras, por exemplo, ganham em resistência e podem suportar um peso maior com esse vidro.

box-de-vidro-temperado

Box de vidro temperado

Você sabia que o box de vidro é o envidraçamento mais realizado do Brasil? Isso é um dado muito importante para o mercado, mas essa aplicação é muito delicada e merece atenção.

Por estarmos falando de um ambiente que fica constantemente molhado e gera risco de queda e impactos, usar o vidro temperado é fundamental para que o usuário esteja mais seguro.

O tipo de vidro mais indicado é o temperado, principalmente se for aplicado com uma película de segurança que mantém o conjunto todo unido até a troca.

Uma das soluções mais confiáveis são os box de vidro Blindex®. Quando solicitado pelo cliente eles já contam com aplicação de fábrica da película de segurança PS4, mantendo a peça íntegra mesmo quando há a quebra.

Saiba mais sobre a película de segurança e a tecnologia Blindex® para os box de vidro.

Cuidados ao trabalhar com o vidro temperado

Mesmo o vidro temperado sendo mais resistente, alguns cuidados devem ser tomados em sua aplicação.

A NBR 7199, que citamos acima, apresenta instruções de manuseio, adaptação, lapidação e até mesmo o transporte dos vidros temperados. A orientação é fundamental para te auxiliar na utilização.

Separamos algumas das principais instruções encontradas na NBR 7199 para você conferir a seguir:

Lapidação

Após passar pelo processo de têmpera, o vidro fica com as bordas mais sensíveis a processos como a lapidação. Por isso a norma indica que não deve ser realizada após a têmpera.

É recomendado que a lapidação seja feita enquanto o vidro ainda está em sua forma comum. Só depois de finalizada é que a peça irá para o processo de têmpera, onde irá adquirir as propriedades do vidro temperado já com o acabamento realizado anteriormente.

Formatos não convencionais

Antes de fechar um projeto com formatos não convencionais, confira as medidas com seu fornecedor.

Você pode estar correndo risco em prometer peças que necessitem de algum processo especial ou maquinário específico, dependendo da dimensão, o que pode gerar um custo maior do que o planejado.

Marca do fabricante

A norma exige que todos os vidros temperados sejam marcados de forma permanente com o logotipo do processador.

Por isso, cuidado ao comprar vidros que não tenham a marca.

Além de colocar a qualidade do produto entregue ao cliente em risco, o consumidor ainda pode acionar o Código de Defesa do Consumidor.

Transporte das peças

Os vidros nunca devem ser transportados na horizontal. As peças devem estar empilhadas e inclinadas de 4º a 6º em relação à vertical.

Também não se esqueça de colocar separá-las com um material que não risque ou danifique a superfície dos vidros.

É necessário ter muita atenção na proteção das bordas, mais sensíveis nos vidros temperados. Sempre as proteja de possíveis impactos.

Instalação

Tenha atenção redobrada na hora de instalar as peças. O vidro temperado não pode sofrer esforços de dilatação, torção, vibração ou deformação do sistema.

Na hora de instalar – e também no momento de desenhar o projeto –, certifique-se que não haverá atrito entre as bordas do vidro e outra superfície mais rígida que ele.

Caso isso aconteça, as chances de quebra do vidro temperado aumentam.

Utilize sempre materiais de qualidade

Trabalhar com vidros não é tarefa fácil e pode ser mais difícil ainda quando os materiais escolhidos para o projeto não são de qualidade.

Portanto, conte com fornecedores de confiança para evitar dores de cabeça nos seus projetos.

A Divinal Vidros está desde 1953 distribuindo o que há de melhor em vidros e espelhos, contribuindo sempre da melhor forma possível para o mercado vidreiro.

Seja um parceiro! Clique aqui, fale com o nosso time comercial e conheça toda a nossa linha de produtos.

Compartilhe:

Comentários